Kubuntu 7.10 Aprendendo a voar sem segredos!!! Parte 2

Kernel – Entendendo um pouco da falta de desempenho no kubuntu

O kernel na minha opinião é o principal responsável pela falta de desempenho no kubuntu 7.10.

Comparando o desempenho com o debian etch ou o Sidux (que na opinião de alguns usuários do forum gdh é o mais rápido baseado no debian, não sendo necessário mexer em quase nada para aumentar a performance), vc verá que o Kubuntu perde feio para eles.

Mas a questão não são os pacotes É O KERNEL.

O kernel do Debian é enxuto, trazendo uma boa relação entre performance e compatibilidade com hardware, afinal ele é usado em servidores, o do Sidux traz uma alta performance sacrificando um pouco a compatibilidade (em relação ao debian) e o do Kubuntu quer ser compatível com tudo e por ter um kernel inflado acaba ficando lento.

Mas aí vc pode pensar…
“Eu desativo tudo, compilo para meu hardware e fica rápido!!.”

Pois aí é que ocorre o engano e foi o motivo que pesquisei, pois mesmo compilado para minha arquitetura o sidux ainda era mais rápido com uma arquitetura genérica.

Então comecei a usar o google e pesquisar o máximo que pude.

Até que achei um nome de um ex-desenvolvedor de patches para o kernel chamado Con kolivas e a sua história (aconselho que vocês deêm uma olhada no google).

Em resumo ele se esforçava para fazer com que o linux fosse rápido nos desktops, mas ele não era ouvido apesar de contribuir bastante com o desenvolvimento.

Então peguei o último patch dele e coloquei no kernel do kubuntu e vi ele ficar bem rápido.

Já estava satisfeito no quesito kernel, mas aí tive a idéia de colocar o patch no kernel do sidux e vi o sistema “voar”; afinal o kernel do sidux já possui a configuração voltada para performance.

Então tive a idéia… Vou compilar o kernel do kubuntu com as configurações do Sidux e vou colocar o patch do Con kolivas, chamado de ck.

Mas fiquei chateado visto que ele parou de fazer os patches no 2.6.22.

Então procurei um patch não oficial para o 2.6.23 e apliquei no kernel e então pela primeira vez eu vi o meu kubuntu voar. Pela primeira vez eu vi o desempenho dele superar o debian, vi que o meu esforço e as 12 compilações de testes tinham valido a pena.

Estava enfim satisfeito, estava com um kernel específico para desktops tirando o máximo de proveito do meu desktop.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: