Firefox 3.02 build4 – Instalando e Configurando

Sou um usuário feliz do Swiftweasel que está migrando para o Firefox 3 (por enquanto).

Como foi um processo um pouco complicado vou colocar um tutorial para vcs.

Baixando o Firefox 3.02 em Pt-BR (build4)

Abra um terminal e digite:

wget -c http://ftp.mozilla.org/pub/mozilla.org/firefox/nightly/3.0.2-candidates/build4/firefox-3.0.2.pt-BR.linux-i686.tar.bz2

Eu prefiro o processo acima pois é possível continuar o download caso falhe.

Instalando o Firefox 3.02 (build4)

Agora que vc já baixou, descompacte o arquivo e veja se o caminho dele ficará da seguinte forma /home/nomedoseuusuário/firefox.

Quando descompactei ele criou um diretório anterior ao diretório firefox chamado de firefox-3.0.2 e isso complicou o meu lado, por isso caso ele faça isso também, entre nessa pasta recorte o diretório firefox e cole no seu diretório de usuário para que ele fique conforme disse acima /home/nomedoseuusuário/firefox.

Agora abra um terminal e vire o root e copie os arquivos para o diretório /opt. No meu caso que uso Kde dei um sudo konqueror e efetuei a cópia. Se vc usa o gnome ou ainda prefere o terminal adapte o processo.

Instalando o Plugin Flash

sudo apt-get install flashplugin-nonfree

Porém um pequeno problema acontece e como o seu Firefox 3 usa um diretório diferente para os plugins o Flash não funciona.

O que fazer?? Supondo que vc fez como pedi será preciso apenas fazer o seguinte:

sudo ln -s /usr/lib/firefox/plugins/flashplugin-alternative.so /opt/firefox/plugins/flashplugin-alternative.so

Instalando o Plugin Java

sudo apt-get -y install sun-java6-bin sun-java6-fonts sun-java6-jre sun-java6-plugin

Porém um pequeno problema acontece e como o seu Firefox 3 usa um diretório diferente para os plugins o Java tb não funciona.

O que fazer?? Supondo que vc fez como pedi será preciso apenas fazer o seguinte:

sudo ln -s -f /usr/lib/firefox/plugins/libjavaplugin.so /opt/firefox/plugins/libjavaplugin.so

Vamos ver se os plugins estão instalados??

Colocando no menu do Kde

Clique com o botão direito do mouse em um item do menu e escolha editar menu.

Depois na parte de Internet crie um entrada para o Firefox 3 conforme mostro na imagem abaixo:

O comando de execução no menu será firefox3 %u e depois abra um terminal e digite:

sudo ln -sf /opt/firefox/firefox /usr/bin/firefox3

Agora sempre que vc digitar firefox3 em um terminal ele será executado!!

Teste o ícone agora para ver se ele funciona.

Fim!!

Anúncios

Swiftweasel – Um firefox mais otimizado para o linux!!!

Swiftweasel – Mais otimizado que o firefox!!

Swiftweasel é um navegador igual ao firefox em sua compatibilidade com temas, plugins e extensões porém ele possui otimizações que o firefox não possui.

Para verificar essas otimizações veja esses links:

http://swiftweasel.wiki.sourceforge.net/About+Swiftweasel
http://swiftweasel.wiki.sourceforge.net/Build+Configurations

Existem versões para processadores AMD e Intel.

Adicionando o repositório

Se a sua versão é a 7.10 crie um arquivo chamado de swiftweasel.list na pasta /etc/apt/sources.list.d e adicione a seguinte entrada e depos salve o arquivo:

#Gutsy
deb http://download.tuxfamily.org/swiftweasel gutsy multiverse

depois dê o seguinte comando:

sudo apt-get update

Assim a lista de repositórios será atualizada.

Instalando o swiftweasel

Os binários disponíveis são para os seguintes processadores:

http://swiftweasel.wiki.sourceforge.net/Which+Build%3F

Após fazer a verificação use o seguinte comando:

apt-cache search swiftweasel

e observe o nome dos pacotes disponíveis.

No meu caso como tenho um X2 amd 32 bits vou instalar da seguinte forma:

sudo apt-get install swiftweasel-athlon64

Alterando o idioma do swiftweasel

Para colocar o idioma em português vá nesse link:

http://releases.mozilla.org/pub/mozilla.org/firefox/releases/

Escolha a versão do firefox que seja a mesma usada pelo swiftweasel que vc instalou e aí escolha o diretório linux-i686 e depois xpi no momento desse artigo a versão usada é a 2.0.0.14.

Se quiser entre no link:

http://releases.mozilla.org/pub/mozilla.org/firefox/releases/2.0.0.14/linux-i686/xpi/

E faça o download do arquivo pt-BR.xpi (para português do brasil) ou pt-PT.xpi (para português de portugual).

Depois clique em Tools, Add-ons e arraste o arquivo para a janela Add-on. O diálogo de instalação vai iniciar.

Ao término da instalação digite about:config na barra de endereços e coloque na string general.useragent.locale o nome do idioma sem extensão (no meu caso coloquei pt-BR).

Widgets

Saiba que para instalar widgets no swiftweasel você terá que fazer uma mudança no diretório de instalação.

Eu uso o seguinte widget no Kde:

Link para download

Depois de fazer o download, descompacte e copie os arquivos para /usr/local/swiftweasel/res.

Alterando o tema gtk no Kubuntu 7.10

Quando instalei o Ubuntu gostei muito da sua aparência, porém no Kubuntu não sabia como fazer o mesmo.

Sabia como alterar a aparência gtk porém eu queria a mesma do ubuntu.

Enfim, só hoje descobri o tema utilizado.

Vamos alterar então??

sudo apt-get install gtk-qt-engine human-theme

Agora vamos alterar da seguinte forma:

Abra um terminal e digite kcontrol e depois escolha Aparência & Temas e por último GTK styles and Fonts

Aí na opção Use another style escolha Human

Conforme pode ser visto no screenshot abaixo:

Ao confirmar e abrir novamente o swiftweasel ele terá uma aparência melhor, vejam só o resultado final:

Mais Informações no site oficial:

http://swiftweasel.tuxfamily.org/

Otimizações no KUXbuntu 7.10 – Boot

Boot – Porque ele é lento??

Sistema de Arquivos

O boot do kubuntu por padrão é lento, mas é por causa do excesso de serviços carregados no início do sistema e também pode ficar lento pela escolha do sistema de arquivos. O ext3 tem um boot mais rápido em relação ao reiser pois este faz uma verificação a cada boot em quanto o ext3 faz periodicamente. Se quiser um boot rápido escolha o ext3.

Serviços

Alguns serviços desnecessários são carregados durante o boot e isso atrasa a inicialização do sistema, mas existe um jeito para solucionar isso. Esse passo é essencial para um boot rápido!!!

Abra um terminal e digite:

sudo apt-get install sysv-rc-conf

Depois execute o programa no terminal digitando:

sudo sysv-rc-conf

Nesse momento tire várias screenshots para saber qual é a sua configuração original dos serviços do seu sistema, para caso cometer algum erro conseguir restaurar.

Para mim esses são essenciais:

Obs.: São serviços essenciais em internet discada… se usar internet sem fio ative o módulo (bluetooth) e se houver outros serviços ativados que existem no seu sistema e no meu não… deixe ativado…

Aumentando a velocidade do boot usando o profile no grub

Uma das causas de um boot lento é uma excessiva procura no disco e existe o mecanismo chamado readahead que ajuda nesse ponto, só que a lista dele não é atualizada automaticamente.

O que acaba causando um boot com diversas “pausas” e o único jeito para consertar isso é atualizando o profile do grub, para assim fazer uma nova lista.

Depois de diversas atualizações feitas no sistema, o serviço readahead usado no ubuntu fica com uma lista obsoleta de arquivos e é necessário atualizar isso.

1 – Na hora de selecionar o seu kernel no grub selecione o kernel que terá a lista atualizada e pressione ESC e depois a tecla e para editar.

2 – Escolha a segunda linha (que deve começar com a palavra kernel) e pressione e novamente.

3 – Vá até o fim da linha e adicione a palavra profile e pressione enter.

4 – Pressione b para dar o boot.

5 – Agora uma nova lista será gerada e esse boot será excessivamente lento. Deixe que o sistema termine o boot.

6 – Faça um reboot e desfrute de um boot um pouco mais rápido.

Obs.: Usando o grub normal do ubuntu (não sei se funciona sob o gfx)

Mais informações aqui:
http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=89491
http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=254263

Obs.: Antes faça um backup dos dois arquivos arquivos presentes no /etc/readahead/!!

Iniciando os serviços de forma paralela no boot

Outra forma de diminuir o tempo de boot é fazer todos os serviços serem iniciados paralelamente. Para fazer isso você precisa abrir o arquivo /etc/init.d/rc e mudar de:

CONCURRENCY=none

para:

CONCURRENCY=shell

Conforme vocês podem ver nessa screenshot:

Só que fazendo isso acontece um problema no hal então vc tem que fazer o seguinte:

sudo mv /etc/rc2.d/S12hal /etc/rc2.d/S13hal

Retirando terminais desnecessários

Com menos terminais para carregar é menos uma coisa para carregar no boot. Digite o comando abaixo:

sudo sed -i ‘6,7s/^start/stop/g’ /etc/event.d/tty[3-6]

Até a próxima…

Compilando um kernel do jeito do hqxriven no (KUX)buntu

Compilando um kernel para do jeito do hqxriven no (KUX)buntu

Vou tentar fazer este passo-a-passo da forma mais fácil possível então nem vou explicar muito. Vou editando o tópico e colocando aos poucos já que perdi o arquivo do meu blog…

Passo-a-passo geral

1 – Em primeiro lugar baixe as bibliotecas de compilação mais alguns utilitários

sudo apt-get install build-essential bin86 kernel-package libqt3-headers libqt3-mt-dev wget libncurses5 libncurses5-dev

2 – Agora vire o root e vá para o diretório abaixo no terminal

sudo -s

cd /usr/src

3 – Agora baixe a versão 2.6.23 do kernel (ela é necessária por causa dos patches) e dê os seguintes comandos

wget -c http://www.kernel.org/pub/linux/kernel/v2.6/linux-2.6.23.tar.bz2

tar -xvjf linux-2.6.23.tar.bz2

rm -rf linux && ln -s /usr/src/linux-2.6.23 linux && cd /usr/src/linux

Inserindo patches

4 – Agora se você quiser adicionar algum patch é só fazer o seguinte

Copie o arquivo para /usr/src/linux e dê o comando:

patch -p1 < nomedopatch.patch

Caso seja em formato bz2 o comando é diferente:

bzcat nomedopatch.bz2 | patch -p1

5 – Otimização do kernel

Para isso importe a sua configuração atual e altere o kernel depois

cp /boot/config-`uname -r` .config && make xconfig

Pronto agora está tudo em seus devidos lugares e só e necessário otimizar algo se você souber o que está fazendo.

6 – Compilação do kernel

make-kpkg clean

E depois…

make-kpkg –initrd –revision=686 kernel_image kernel_headers modules_image

Ou se é dual ou quad core para acelerar a compilação…

CONCURRENCY_LEVEL=2 make-kpkg –initrd –revision=i686 kernel_image kernel_headers modules_image

São dois traços antes de initrd e de revision a formatação do wordpress é que está fazendo dois traços virarem um travessão!!!

E agora é só esperar… até compilar e criar um deb. O tempo de compilação varia de 40m a 4horas.

E por último para instalar.

cd .. && dpkg -i linux*2.6.23*.deb

Obs: Lembre-se de copiar o kernel para outro lugar pois se vc usa o envy ele deletará o pacote deb do kernel desse diretório.

Dê o boot e agora está já entrou no grub e desfrute do novo kernel…

Kubuntu 7.10 Aprendendo a voar sem segredos!!! Parte 2

Kernel – Entendendo um pouco da falta de desempenho no kubuntu

O kernel na minha opinião é o principal responsável pela falta de desempenho no kubuntu 7.10.

Comparando o desempenho com o debian etch ou o Sidux (que na opinião de alguns usuários do forum gdh é o mais rápido baseado no debian, não sendo necessário mexer em quase nada para aumentar a performance), vc verá que o Kubuntu perde feio para eles.

Mas a questão não são os pacotes É O KERNEL.

O kernel do Debian é enxuto, trazendo uma boa relação entre performance e compatibilidade com hardware, afinal ele é usado em servidores, o do Sidux traz uma alta performance sacrificando um pouco a compatibilidade (em relação ao debian) e o do Kubuntu quer ser compatível com tudo e por ter um kernel inflado acaba ficando lento.

Mas aí vc pode pensar…
“Eu desativo tudo, compilo para meu hardware e fica rápido!!.”

Pois aí é que ocorre o engano e foi o motivo que pesquisei, pois mesmo compilado para minha arquitetura o sidux ainda era mais rápido com uma arquitetura genérica.

Então comecei a usar o google e pesquisar o máximo que pude.

Até que achei um nome de um ex-desenvolvedor de patches para o kernel chamado Con kolivas e a sua história (aconselho que vocês deêm uma olhada no google).

Em resumo ele se esforçava para fazer com que o linux fosse rápido nos desktops, mas ele não era ouvido apesar de contribuir bastante com o desenvolvimento.

Então peguei o último patch dele e coloquei no kernel do kubuntu e vi ele ficar bem rápido.

Já estava satisfeito no quesito kernel, mas aí tive a idéia de colocar o patch no kernel do sidux e vi o sistema “voar”; afinal o kernel do sidux já possui a configuração voltada para performance.

Então tive a idéia… Vou compilar o kernel do kubuntu com as configurações do Sidux e vou colocar o patch do Con kolivas, chamado de ck.

Mas fiquei chateado visto que ele parou de fazer os patches no 2.6.22.

Então procurei um patch não oficial para o 2.6.23 e apliquei no kernel e então pela primeira vez eu vi o meu kubuntu voar. Pela primeira vez eu vi o desempenho dele superar o debian, vi que o meu esforço e as 12 compilações de testes tinham valido a pena.

Estava enfim satisfeito, estava com um kernel específico para desktops tirando o máximo de proveito do meu desktop.

Kubuntu 7.10 – Aprendendo a voar sem segredos!!! Parte 1

Kubuntu 7.10 – Aprendendo a voar sem segredos
(A jornada de um usuário iniciante inconformado que teve que aprender a otimizar seu sistema)

Introdução

Como ex-usuário do Slack, Gentoo, Debian Sarge e Sidux (e mais algumas) notei o quanto faz diferença uma simples otimização.

Por estar acostumado com sistemas rápidos e sempre procurar extrair uma boa relação de performance entre hardware e software fiquei decepcionado ao testar o (KU)buntu 7.10 e ver a sua lentidão ao abrir um simples arquivo, sem contar o boot lento e no uso do sistema em geral. Problemas que também foram relatados por outros usuários.

Então desisti e voltei para o Sidux e inconformado ficava me perguntando, “como uma distribuição baseada no debian, com pacotes do debian sid que não são otimizados consegue ser tão rápida??”.

Então após uma intensa pesquisa em projetos alternativos que dão maior velocidade ao sistema (como o kamikase, Zen e Ck) e em outras otimizações espalhadas por diversos fóruns e depois de sucessivos testes cheguei a determinadas conclusões e gostaria de compartilhar esse conhecimento com vocês.

Antes de tudo, não me responsabilizo por eventuais danos ao seu sistema, por isso FAÇA BACKUP e NÃO FAÇA ISSO EM UM SERVIDOR.